Limpos de coração

Versão para impressãoVersão para impressão

"Bem-aventurados os limpos de coração porque verão a Deus" (Mateus 5:8)

Não há como pensar que Jesus estivesse falando do nosso coração físico, com músculos, sangue sendo bombeado, artérias e etc. O coração a que Ele se refere é o nosso verdadeiro eu que pensa, que tem critérios de avaliação, que se emociona, que se alegra e se entristece. É dentro desse controle que fluem as questões fundamentais da vida.

Sabemos pela Bíblia que Deus testa o coração do homem e julga a sua sinceridade, vemos isto acontecendo com alguns homens e mulheres de Deus como:

  • Davi (I Crônicas 29:17): As ofertas de Davi eram voluntárias, espontâneas e motivadas pelo amor, mas ainda assim Deus estava sondando o seu coração;
  • Jeremias (12:3): Ele também declara que o Senhor vê e conhece o que nenhum ser humano pode perscrutar. Para Jeremias Deus, descortina os segredos que ocultamos até mesmo a nós, torna evidentes as nossas intenções e revela o egoísmo e o orgulho escondido atrás das boas intenções;
  • Salomão (Provérbios 21:2): Salomão afirma que as decisões do homem parecem boas, mas só Deus, que penetra no nosso interior é capaz de avaliar os nossos caminhos. Podemos achar que os nossos caminhos e as nossas atitudes são retos e bons, e muitas vezes nos encontramos irrepreensíveis, mas o Senhor que sonda o nosso interior traz a tona a nossa realidade.

No tempo de Jesus, a contaminação resultava do contato com os gentios impuros e com artigos constantes da lista de alimentos proibidos. Contatos com objetos classificados como imundos contaminavam cerimonialmente (Marcos 7:15-23). Jesus vem para ensinar exatamente o contrário. Não é por ingerir um pedaço de carne proibida ou por tocar num cadáver que o coração se torna imundo, mas o que contamina o homem é o que brota de um coração não convertido e sai da boca.

O coração herdado pela queda de Adão é uma fábrica de maldade, mesmo sem estímulos da tentação o coração gera atitudes pecaminosas. Queremos nos parecer bons, nos camuflamos e mascaramos as nossas reais motivações pecaminosas, faltando-nos integridade. A nossa verdadeira pessoa não aparece nos belos discursos, mas nas nossas atitudes, que são frutos das nossas emoções. Por isso Salomão fala em Provérbios 4:23 que "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida".

Porém, Jesus está falando de uma pureza que os pobres de espírito tiveram o privilégio de alcançar porque entenderam que só pela ação de Deus é possível possuir a Sua santidade. Os limpos de coração possuem a transparência da alma, não se escondem, são autênticos. É a mesma pessoa em casa, no trabalho, no lazer, na igreja. Não é alguém que não erra, ou não peca, mas alguém que não se camufla.

Paulo aos Romanos adverte: "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus" (Romanos 12:2 -- NVI). Esse é o caminho da purificação dos nossos corações e mente.

Russell Shedd traz três maneiras bíblicas de purificar o coração, são elas:

  1. A obediência (I Pedro 1:22; Gálatas 5:7): Ele afirma que "a obediência resulta de um desejo maior pela vontade de Deus do que pela nossa própria vontade. Quando obedecemos ao nosso Pai, descobrimos como crianças obedientes, a satisfação extraordinária da comunhão e da aceitação. Experimentamos a união alegre com ele". E complementa "Não existe a possibilidade de alguém resolver tornar-se cristão e, ao mesmo tempo, rejeitar os plenos direitos que Cristo tem sobre sua vida. Ainda que exista uma teologia que apresente a carnalidade como opção para o cristão, a verdade é que para se converter é necessário que a pessoa entregue ao Senhor os direitos sobre a sua vida.";
  2. O arrependimento (I João 1:9; Romanos 12:2): "O arrependimento significa, segundo o grego original, mudar de mente (metanoia). Por um lado, a pureza de coração é a conseqüência da atuação de Deus convertendo e limpando as impurezas e a podridão do centro do comando da vida humana. Por outro lado, ele também exige que exerçamos a nossa responsabilidade pessoal. (...) Sabemos que é genuíno o nosso arrependimento quando passamos a sentir nojo do pecado com que antes nos deliciávamos. Um cristão pode cometer pecado, mas não pode sentir-se bem com o seu coração maculado e com consciência ferida. Um arrependimento menos radical pode ser mero remorso.";
  3. A eliminação do Estranho (Mateus 6:24; Marcos 12:30): "A pureza do coração também caracteriza o cristão que enxerga claramente um único alvo na vida: o sumo bem. Jesus descreveu essa atitude de um olho bom que permite que somente a luz penetre no íntimo. O coração dividido procura agradar a dois senhores (...). A razão porque Deus nos criou foi que lhe concedamos a supremacia em tudo quanto ambicionamos e que a glória dele seja a prioridade em todas as nossas atividades e esforços.".

No Salmo 24:3-6, o salmista faz a pergunta crucial ao Senhor: "Quem poderá subir o teu monte? Quem entrará no seu Santo Lugar?" e logo vem a resposta no versículo seguinte: "Quem tem as mãos limpas e o coração puro". Essa é a recompensa daqueles que têm o coração limpo: poder entrar no Seu santo lugar e ali fazer parte dos Seus benefícios de amor.

Paulo afirma em I Coríntios 13:12 que "agora, pois vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido" (NVI). Quantas maravilhas já temos experimentado de Jesus, mesmo não o conhecendo plenamente! Estamos num antegozo da visão de Deus, mas chegará um dia em que o veremos face a face e então toda plenitude do Senhor nos invadirá e viveremos com ele por toda a eternidade. Aleluia!!!

Não abra mão de um coração limpo, pois a maior recompensa é termos e vermos o nosso Senhor em toda a sua plenitude.

Comentar

  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <it> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <h1> <h2> <h3> <blockquote> <span> <p> <p style="text-align: right;"> <br> <table> <address> <pre> <hr>
  • Você pode escrever código PHP. Basta incluir as tags <?php ?>.

Mais informações sobre as opções de formatação

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer